As minhas Estrelinhas

E um dia a Estrelinha brilhou! E as nossas caras encheram-se de Felicidade. E as nossas vidas mudaram! E tu és a nossa razão de viver. Bem vindo Miguel! Estamos ansiosos Margarida!

Miguel

Margarida

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

A Margarida já nasceu!

Aqui está a minha princesinha!


Deu muito trabalhinho à mãe, que teve que ficar internada 18 longos dias, devido à malvada da placenta prévia total e atraso no crescimento da bébé! Ao que parece a placenta, por estar totalmente prévia (a cobrir o colo do útero) não conseguia transportar para a bébé o oxigénio e sangue suficientes. Chegou a estar no percentil 10. O repouso foi fundamental e às 36 semanas e 2 dias, já com o percentil 25, no dia 28 de Outubro pelas 9.25h, nasceu a nossa princesa Margarida.

Embora com 2.300kg e 43 cm, não foi necessário ficar na incubadora e veio logo para o pé do papá e da mamã!

A cesariana foi complicadita, cerca de 2 horas, e a mãe ficou proibida de ter mais bébés, pois a doutora teve algum trabalho em salvar o útero, que não ficou em muito bom estado para outra gravidez....


Já quase com 3 semanas, a Margarida é um amor de bébé! Calminha, muito dorminhoca e nem acorda sequer para comer. Temos que pôr o despertador durante a noite.

Já deu ares da sua graça com umas colicazitas, mas nada que se pareça com o "terror" que foi o irmão nesta altura!


Espero não estar a falar cedo demais!!


Estamos muito felizes. Cansados, mas felizes! A idade já não é a mesma e as noites mal dormidas já se refletem numas olheirazitas dos papás!


O Miguel está muito contente. É um "mano mais velho" muito babado, beijoqueiro e muito atencioso! Quer ajudar a fazer TUDO e está sempre a falar com ela.
A frase mais ouvida cá em casa:

- "Não chores Margarida, está aqui o mano!"

quarta-feira, 22 de julho de 2009

22 Semanas: a meio da 2ª Viagem

E é assim.... Já vamos a meio!
A barriguinha já se nota bem.... os pontapés... ui... se o médico não tivesse dito que vinha aí uma Margarida, eu diria que vinha um Ponta de Lança!

Está tudo a correr bem, dentro dos possíveis... Tenho a placenta baixa tipo IV, o que quer dizer que cobre totalmente o colo do útero. Não posso fazer esforços, subir ou descer escadas, fazer caminhadas..... A eco das 32 semanas vou fazê-la às 28 para verificar se a placenta subiu ou se ficou Placenta Prévia, o que era uma grande chatice! A boa noticia é que ainda não tive uma única hemorragia, o que é muito bom!

O Miguel, está o pestinha do costume. Lindo, lindo!

As doenças estão a intervalar agora no verão, mas mesmo assim, vão aparecendo! Adóptamos um esquema de 3 dias de infectário e 2 de avós por semana de forma a não o isolar (do contacto com os virus/outras crianças) e de ele ter algumas actividades.

As férias já foram. Três semanas de praia muito bem passadas..... O Miguel adorou e percebeu o que é estar de férias! Tanto que me está sempre a perguntar quando são as próximas!

Tanto para contar.... fica para breve!

Jinhos

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Fresquinhas!

Tanto tempo....

Antes de mais, agradeço a todos os que têm vindo espreitar este nosso cantinho.

Peço desculpa pela ausência, mas as coisas não têm sido fáceis. O Miguel retomou a sua saga de otites. foi-lhe diagnosticada uma Otite Seromucosa Crónica, andou mês e meio a antibiótico, incluindo injecções intra-musculares, o que culminou numa cirurgia aos ouvidos no passado dia 24 de Março.

Está a recuperar muito bem. Tem ido ao colégio esporadicamente, nos intervalos das recaídas. Que continuam quinzenais!

Adora lá andar.

Está um menino muito esperto, que já fala muito bem, tem saídas muito giras. Está lindo, como não podia deixar de ser, ?!

As noites continuam mázitas.... agora pioraram ao adormecer, nunca quer dormir. Confesso que tenho esperança que a partir de agora melhorem, pois é possível que se devessem ao problema nos ouvidos. A otite crónica a existir, é desde os 18 meses, por isso é provável que se sentisse incomodado de noite, com estalidos, pressão, etc.

Agora.... A GRANDE NOVIDADE que tenho, para deixar aqui registada é....

VEM AÍ OUTRA ESTRELINHA!!!

O Milagre repetiu-se! Saiu-me novamente o 1º Prémio do Euromilhões. Depois de 17 meses de tentativas (para o Miguel foram 8 anos de luta, FIVS, TEC's, etc: ver aqui ) e sem qualquer tratamento, recebi o meu positivo no passado dia 13 de Março!

Estarei de 10 semaninhas, muito cedo portanto, mas estamos muito, muito FELIZES.... E muito agoniados!

Agora... é deixar passar o tempo... viver o dia a dia e rezar para que os meus dois Tesouros cresçam fortes e saudáveis!

Beijocas

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Novidades! Novidades!

Post loooooongo....

Cá estamos nós, com muitas novidades, pois claro, que isto de estar caladinha quase 2 meses....

Então comecemos pelo infantário, pode ser?

A adaptação está feita. Correu muito bem. Fica "bem", come bem, dorme, tudo e tudo e tudo!
O ficar de manhã... bem... ainda tem umas "arestas para limar"... pois mal entro com ele na salinha pede logo a chuchinha (calmante), depois colinho e depois passo-o para o colo da G ou da J e fica bem. Uns dias com beicinho e adeus, outras com sorriso e adeus. A opinião da educadora é que ele está óptimo, é um menino muito esperto, sabe muito bem o que quer, enfim.... estamos muito felizes pela escolha!

Quanto às mazelas, aquelas malvadas que aparecem só no infantário, já cá cantam:
Inicio de Setembro: Uma otite;
Inicio de Outubro: Duas otites (uma em cada ouvido) e uma Gastro Viral muito fraquinha (2 dias).
A opinião da pediatra é que tendo em vista o historial do Miguel, até se pode considerar normal a frequência com que estas doenças estão a aparecer. Por isso, estamos muito felizes!




Agora... as férias?
Fomos passar uma semaninha a Porto Santo (a semana da primeira otite):




E foi tão bom! Por sorte, o tempo esteve sempre enublado, mas quente, o que nos permitiu ir sempre à praia sem o risco de uma reacção alérgica devido ao antibiótico. E sem mergulhos, claro!

O ponto alto destas férias foi sem dúvida a animação infantil do hotel. Durante o dia, quer na praia quer na sala do clube infantil era vê-lo maravilhado a brincar com os meninos e brinquedos, sempre de olho em nós, que não podiamos sair do seu campo de visão. Fez muitos amiguinhos!

À noite, por volta das 21.00h, abriam a porta do salão onde às 22h iria decorrer a animação para adultos (espectaculos de variedades, de dança, etc). Colocavam música, e as crianças íam chegando e era uma alegria! Ainda hoje me pede: "Mãe, quando vamos outra vez para o hotel, dançar?". Para o ano filhote! Para o ano há mais!

Interrompemos a rotina do infantário, mas não foi grave. O regresso foi pacífico!


De regresso, fomos presenteados com um incendio num apartamento do nosso prédio, o que nos obrigou a evacuar a nossa casinha às 3h de madrugada e ficámos na rua (no meu carro, que não estava na garagem) até às 5.30h.

Para o Miguel, que acordou já vestido e que foi imediatamente avisado que tínhamos de ir um bocadinho à rua, com muita calma, para não o agitar e depois de lhe encostámos um pano à carinha para lhe proteger as vias respiratórias (felizmente tivemos tempo de nos vestir, mas muitos vizinhos não) e que cumprimentou o bombeiro equipado com fato-mascara (estão a ver aqueles fatos da guerra química? tal e qual) que nos veio buscar com um: "Olá bombeiro!", tudo não passou de uma grande aventura. De vez em quando, e já passou um mês, do nada vem a bomba:

- "Sabes, ? Houve um incêndio na nossa casinha! Vieram os bombeiros, policia, tudo! Noni Nini".

Felizmente a nossa casa ficou ilesa, mas a habitação em que ocorreu o incêndio ficou destruída.

Tivemos (e temos) ainda a prima I. doentinha, com uma doença muito chata que fez com que ficasse internada mais de um mês. Mas agora já está a recuperar em casa. O Miguel foi visitá-la duas vezes ao corredor que dava acesso à enfermaria do HDE e ela saía um bocadinho para o ver. Ela andava com o soro, medicação e alimentação atrás e tinha os tubinhos a sair pela parte de trás do casaquinho, o que levou à seguinte interrogação que originou uma gargalhada geral:

- Porque é que a prima tem fios no rabo??

Fizemos ainda uma escapadela de fim-de-semana com os avós e tios. Fomos visitar o Bisavô R. E ficámos aqui:

Casa da Pedra em Vila Chã do Marão. Fica a publicidade, porque merece, pelo local, e pelo excelente atendimento e serviço! Muito bom!


Para acabar.... as "saídas dele" mais recentes:

- Miguel, o queres ser quando fores grande?
- Coxinhêro, mãe!
(um dos últimos brinquedos que comprámos, a pedido dele, foi uma cozinha com os respectivos apetrechos e comidinhas). Uma paixão!

Ao acordar, ao fim-de-semana. Sim, porque durante a semana sou eu que o acordo!
- Mãeeee! Mãeeeee! Já são 5 para as horas!

Quando estamos à mesa:
- Mãe! Porque não posso por o dedo na frigideira?
Isto, vezes sem conta, porque houve um dia que pôs e se queimou no dedinho....


E o que se ouve mais lá por casa?

"E depois?"
"Porquê?"

Claro!

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

E ao 5º dia, ficou a brincar.

O Miguel ficou a brincar... depois de chorar, depois de pedir para não ir para o colégio, depois de dizer pelo caminho:
- Mãe... eu tenho saudades tuas!

No primeiro dia, foi muito entusiasmado, ficou desconfiado, mas aguentou-se as 3 horinhas! E almoçou!
Do 2º ao 4º, a fita começou em casa... continuou no colégio... deixei-o sempre a chorar, mas depois ficou muito bem. Almoçou, dormiu, lanchou! Tudo muito bem disposto!
Ficou sempre até às 15.30/16h no máximo.

Hoje, foi o dia melhor. Ficou a brincar, quando deu pela minha falta choramingou, mas já está na maior!

Querem ver que é mesmo desta??!!

quarta-feira, 27 de agosto de 2008

Pequenina....

E com o coração muito apertado....

Está-se a aproximar (segunda-feira, 1 de Setembro) o dia da reentrada no Infantário. E é assim que me sinto.

É a nossa terceira tentativa... e terceiro infantário... será que desta é de vez??!!

A ideia é proporcionar-lhe o contacto com novas brincadeiras, crianças, actividades, regras, a noção de partilha, enfim.... coisas que em casa, com uma ama, torna-se dificil de concretizar.

Ele...
Está animado, e apreensivo. Um misto.
Ontem perguntou-me com um ar muito sério:
- Mãe, a N (ama) vai-se embora?
E eu expliquei que sim, porque ele vai para o colégio, brincar com os meninos.
- E a N? - Expliquei que ia trabalhar para outro sitio, mas que o vinha visitar muitas vezes!
- Porquê mãe?

AI! Porque é que tem de ser assim?
Porque é que não sou rica e tenho uma grande casa e tenho condições para ter a N connosco até ele entrar para a primária e dinheiro para lhe pagar actividades curriculares em part-time em que até podia ir com ela??

Porque é que eu desejo sempre o melhor para o meu menino e tenho sempre tantas dúvidas?

PORQUÊ?

terça-feira, 26 de agosto de 2008

O Miguel pediu...

... e o avô R fez!

Uma casinha para os passarinhos, igual à do Ruca!






Obrigada pai!