E um dia a Estrelinha brilhou! E as nossas caras encheram-se de Felicidade. E as nossas vidas mudaram! E tu és a nossa razão de viver. Bem vindo Miguel! Estamos ansiosos Margarida!

Miguel

Margarida

quarta-feira, 9 de janeiro de 2008

A Noite de Domingo para Segunda

Dormimos da 0.00h às 2.00h (O Miguel das 22 às 2.00).
Das 2.00h às 3h.
Das 3.00h às 4h.
Das 6h às 7.45h.

2.00h – Leitinho
3.00h – Mãe aqui! – tapei-o, falei com ele e ficou.
4.00h – Mãe aqui! Liga Luz!
- Liga Luz!
- Mãe aqui! - Deitei-me com ele na caminha "grande" do quarto dele. Puxava as orelhas ao Mickey de peluche, apertava o nariz....
- Qué aquilo! – e apontava para os bonecos
E eu primeiro com calma e às tantas já com uma voz de ralhete a dizer que ele tinha de fechar os olhinhos e dormir!
- Beijinho mãe! – tirava a chucha e dava-me beijinhos (deitado ao meu lado). Fechava os olhos com força e abria-os muito e dizia:
- Soninho Não! Caminha Micái! (Miguel)
- E vais dormir, na tua caminha?

- XIM! - Coloquei-o na cama e apaguei a luz
- Mãe! Liga luz!
5.45h

- QUERES LEITE, MIGUEL?!
- XIM!
- Então espera que a mãe vai fazer....
6.00h

- Bebeu 100 ml
- Ó Ó MÃE!
Ficou a dormir com a luz apagada!
7.45h

- MÃE!
NÃO!!!!!
- MÃE AQUI! QUÉ I PÁ XALA! (quero ir para a sala!)
NÃO!!!!!
- Anda para a caminha da mãe, Miguel… anda fazer óó – Trouxe-o para a minha cama, deitou-se ao meu lado e primeiro fez que ía dormir.
- Mãe qué i pó chão!
- Dorme, Miguel, faz óó… a mamã está muito muito cansada!
- Mãe qué i pó chão!
- Miguel… a mamã está cansada! Fecha os olhinhos! - Eu sempre com os olhinhos fechados e ele sempre leitado ao meu lado….
- Mãe? Toma fiori! (flor) Toma fiori!
- Han? – Abri os olhos e estava sentado na cama com o polegar e o indicador das duas mãos unidos como se estivesse a segurar uma flor em cada mão e com os bracinhos esticados!
- Toma mãe!
- Ah! Que lindo! Flores para a mamã!
- Beijinhos mãe!
Dei-lhe beijinhos.
- MÃE! PÁ XALA? – Com uma voz tão meloooosa!
Desisti! Levantei-me com ele e fui ligar a televisão e deitei-me no sofá da sala!